sábado, 5 de junho de 2010

Que mané frio, que nada!

Para os que moram em Curitiba/PR, como quem aqui vos escreve, acostumar-se com o mau tempo é uma tendência natural. E não é que o sol nunca apareça: na realidade, tenho quase certeza que sou eu quem não acorda cedo o suficiente para vê-lo. É que assim... Diz-se que aqui as quatro estações do ano acontecem no mesmo dia. Eu, particularmente, só tenho presenciado três: o outono, com vento forte, o inverno, com um frio desgraçado, e o fim da primavera, com o sol de 30 minutos e as chuvas de 3 horas.

Mas hoje, dia seguinte a uma chuva de uns 30mm, amanheceu sol. Isso mesmo, sol! Céu azul, com formações lindas, um vento sudoeste com rajadas de uns 35-40km/h, e sol! E eu, ignorando a parte do frio, fui pra praça correr. Pensa numa corrida!

Na realidade, quando se está de bermuda e uma blusa fina, de braços cruzados e caminhando em direção à praça, muitas pessoas te olham torto. Aí tem-se uma tendência perigosa de se acreditar que se está no lugar errado. Dá até vontade de voltar!

Mas a vontade foi anulada quando, ao chegar na praça, uma mãe corria e empurrava o carrinho da criança, que se divertia à beça achando que estava em alta velocidade. Sorri, me alonguei, e fui pro treino. Ah, o sol. Ele devia aparecer por aqui mais vezes... Abraços, um bom fim de semana para nós, e ponto.

Um comentário:

  1. Adorei a parte da criança no carrinho em altíssima velocidade..fiquei imaginando, passou um curta na minha cabecinha...rs
    Bem legal mesmo...muito legal o relato!
    E lá se foi mais um dia frio em Curitiba...

    Abraços e ótima semana!

    ResponderExcluir